Quer mais este assunto nerd? Nos visite diariamente.

Watchmen S01EP09: “See How They Fly”

Contém spoiler, se for alérgico, evite o texto antes de assistir o episódio.

“Não dá para fazer uma omelete sem quebrar alguns ovos” Will Reeves.

O fim chegou e apenas o Dr. Manhattan o conhecia.

Começamos o episódio e aprendemos uma lição importante, cuidado para não utilizar senhas óbvias demais. Na HQ, o Coruja descobre, e na série, a faxineira descobre que a senha que Adrian Veidt, o homem mais inteligente do mundo, utiliza para proteger seus segredos mais importantes é Ramsés II, o faraó que também era conhecido como Ozymandias.

Não seria melhor utilizar algo como “tapioca”?

Fato é que ao utilizar esta senha, a faxineira tem acesso às amostras do sêmen congelado do homem mais inteligente do mundo, e faz uso dele para engravidar, dando origem à lady Trieu.

Sim, lady Trieu é filha de Ozymandias, que durante a série, se mostrou bastante diferente daquele que conhecemos na HQ.

Vamos pensar por um instante, ok?

Adrian Veidt pode ser um gênio, deu uma surra no Coruja e no Rorschach, quase destruiu o Dr. Manhattan, consegue parar uma bala com as mãos nuas, mas, ainda é humano, e como tal, é suscetível a uma série de transtornos, incluindo os mentais. Ser o responsável pela morte de três milhões de pessoas, e depois se colocar como único responsável por manter a paz mundial e o adiamento do apocalipse nuclear pode ser um fardo bastante pesado, até mesmo para o homem mais inteligente do mundo. Vamos somar a isso, o isolamento em sua fortaleza no ártico e depois uma longa temporada de férias no suposto paraíso erguido por Manhattan em uma lua de Júpiter, distante milhões de quilômetros da Terra, e não é de se espantar que alguns parafusos tenham se soltado.

Trieu envia uma nave para resgatar o pai na lua de Júpiter, ela o quer presente em seu grande momento de triunfo, quando irá capturar, matar e sugar todo o poder do Dr. Manhattan.

Espere um pouco, mas esse não era o plano da Sétima Kavalaria?

A Sétima Kavalaria é só um punhado de racistas armados até os dentes, são o braço armado da organização Ciclope, estão lá para atirar e para serem mortos. Quem realmente dá as cartas são os ricos e poderosos, incluindo os políticos. São esses homens que financiam o projeto que teleporta e aprisiona o Dr. Manhattan em uma jaula de barras de lítio sintético.

O senador John Keene Jr. pretende se transformar no novo Dr. Manhattan, ser um novo deus azul, que despreza a cor negra.

Sonhos de poder, quem não os tem? Lady Trieu, no entanto, tem outros planos, ela deixa que o senador Keene continue a acreditar em sua futura divindade, permite que a Sétima Kavalaria roube baterias de suas instalações, mas se mantém sempre um passo à frente da organização.

O resultado é que, ao tentar roubar os poderes de Manhattan, Keene vira um pudim de sangue, e todos os presentes, incluindo a nata do racismo nos Estados Unidos, Ângela, a agente Blake, e Looking Glass, disfarçado de membro da Kavalaria, são teleportados para as instalações de Lady Trieu e, posteriormente desarmados.

Calma, este ainda não foi o último teleporte, porque aparentemente teleportar ficou mais fácil que fazer uma ligação interurbana.

Por que Lady Trieu quer se transformar na nova senhora Manhattan?

Ela quer salvar o mundo, sem se importar com quem ou o que terá que matar para concretizar seu objetivo.

Com os poderes de Manhattan ela pretender sumir com as ogivas nucleares e impor a paz aos seres-humanos. Faça o que eu mando ou eu desintegro seu exército com um aceno de mão.

Sim, eu sei, bem megalomaníaco, ela é filha de Ozymandias, lembra?

Ok, enquanto ela executa os membros da Sétima Kavalaria, o Dr. Manhattan consegue, com um último esforço, teleportar Ozymandias, Laurie Blake e Looking Glass para a fortaleza no ártico, o que deixa Trieu bastante chateada, porque ela queria o pai testemunhando sua vitória.

Ainda não é o último teleporte.

Trieu aciona o mecanismo do relógio do milênio, desintegra Manhattan (o que seu pai não conseguiu no passado) e se prepara para absorver seus poderes, mas em sua fortaleza, Ozymandias congela pequenas lulas e se prepara para enviá-las em uma chuva de projéteis de gelo que irá destruir tudo em uma grande área de Tulsa.

Por que ele quer impedir a filha?

Nas palavras de Veidt: “Porque ela é claramente uma narcisista sem controle, cuja ambição não tem limites. É húbris, literalmente húbris. Qualquer um que queira possuir o poder de um Deus deve ser impedido a qualquer custo de conseguir. Mas acredite em mim, essa garota não vai parar até que todos nós estejamos prostrados perante ela, beijando seus pezinhos azuis”

Húbris, traduzido como arrogância, uma pessoa disposta a ser Deus.

Veidt a reconhece porque são iguais.

A chuva de lulas congeladas atinge Trieu, sua mão furada e a imagem de Cristo ao fundo não são nada sutis. Sua máquina é destruída, seu plano frustrado, ela e centenas de pessoas ao redor são mortas.

Mais uma vez, Adrian Veidt salva a humanidade, a diferença é que, agora, Laurie Blake e Looking Glass ligam o botão do “foda-se” e prendem o sujeito pela morte de milhões de pessoas.

Rorschach aplaudiria, os deuses não estão mais em seus pedestais.

Ei, sempre tem alguém dizendo que o mundo vai acabar, mas ele nunca acaba – diz Laurie Blake. Errada não está, todo ano tem pelo menos umas três previsões de que o fim dos tempos está chegando.

E finalmente, para fechar as cortinas do espetáculo, Ângela Abar volta para casa com seu avô, Will Reeves e seus filhos. Lá ela encontra um ovo, e no ovo, Manhattan deixou seus poderes.

Calma, ele pode fazer isso?

Já não falamos sobre isso? Ele pode tudo, criou vida em Júpiter, se quiser criar uma omelete de superpoderes também pode.

Ela come o ovo e ameaça andar sobre as águas.

Fecham-se as cortinas.

Fim?

Disseram que seria só uma temporada, mas dinheiro é o Dr. Manhattan do nosso mundo, então, se a série fizer uma montanha de dinheiro, tudo pode acontecer.

O gancho está aí com Ângela Manhattan, mas se em nove episódios a série conseguiu a proeza de honrar o legado de Moore (não é melhor que a HQ, mas aí já é querer demais), o que é quase um milagre termodinâmico, a chance disso se repetir em uma segunda temporada já não é a mesma.

Milagres não acontecem o tempo todo, caso contrário, não seriam milagres.

Oremos para nossos deuses, sejam eles azuis ou não.

você pode gostar também