Quinta sérieStargirl

Stargirl 1X09 – Brainwave

O filho de teu pai…

Se por um lado, o episódio anterior foi basicamente desenvolvimento de personagens, Brainwave é aquele episódio que nos lembra que a temporada está terminando.

Sim, teve construção de personagem. Se bem que o Henry King Jr. Já vinha sendo bastante desenvolvido nos outros episódios, o que culminou um episódio completamente centrado em seus questionamentos e missão de vida.

Nos quadrinhos, o filho do Onda Mental não é um vilão, como pertenceu a Corporação Infinito, uma versão teen da SJA. Será que apesar da forma como o personagem está sendo levado, podemos esperar algo assim?

Henry começa a assistir as fitas de seu pai, que o auxiliam a desenvolver seus poderes. O ponto é que ele tem tanta raiva e mágoa no coração que acaba só vendo o lado ruim das coisas. Courtney até tenta ajudar, mas é a raiva de Yolanda que (apesar de não parecer) o faz repensar algumas questões.

O despertar do novo meta-humano atrai o interesse do Rei Dragão, que vai informar a SIA sobre a possibilidade de começarem o projeto Nova América antes do que imaginavam.  Sim, finalmente entendemos o que é o projeto. Não sabemos tudo ainda, mas tem a ver com controle mental.

É interessante ver a formalidade com que ele é tratado. O personagem deixa claro que é alguém a ser respeitado. Alguém capaz de enclausurar a própria filha, é capaz de fazer qualquer coisa.

Dois momentos soltos, porém, importantes:

Barbara resolve convidar Jordan e sua família para jantar, levando o demônio até sua porta e Courtney descobre que ele é o Geada.  Já Pat, chama Rick e Beth para ler livros, algo que o jovem Homem-Hora odeia, mas Beth descobre algo útil.

E o episódio termina com o nascimento do Onda Mental II, ou o que quer que isso signifique.

Conforme o fim se aproxima, Stargirl está mudando um pouco de tom. Foi ficando mais sombrio de uns capítulos pra cá, o que é normal. Teria tudo para ser um episódio perfeito, o problema é que Jake Austin Walker é um ator bem limitado e careteiro que não segura o drama de seu personagem.

Ah, claro… Os Sete Soldados da Vitória foram citados, o que dá a deixa para a aparição do Shining Knigh, que apareceu paramentado na foto do Pat.

Tá ficando boa a coisa.

Alexandre D´Assumpção

Segundo o Guia do Mochileiro das Galáxias, Alexandre D’assumpção, ou The Sumpa, é praticamente inofensivo. Apesar de todas as lendas a seu respeito, ele é apenas um professor Nerd, redator, roteirista de quadrinhos e audiovisual que nos anos 80 pediu carona para uma cabine azul e desde então, tem vivido suas aventuras através do espaço/tempo. Para facilitar a viagem, tornou-se mestre Zen na arte de ter um rosto tão comum que todos sempre o cumprimentam imaginando se tratar de outra pessoa; normalmente ele mesmo. Dono de uma péssima memória, ele nunca se lembra de detalhes importantes como rostos, grupos que passou nem dos inimigos que ameaçam sua vida, o que é péssimo quando ele os encontra em becos escuros. Sua toalha é customizada e ostenta a máscara da Iniciativa Gambate, empresa criada por ele para levar a cultura Pop a todos aqueles que dela precisarem, estejam onde estiverem. De tempos em tempos ele reverte a polaridade de sua chave de fenda sônica e leva algum compannion para passeios transmídia, seja em eventos, festivais ou programas de TV. No caso de um avistamento, principalmente se The Sumpa for a personalidade dominante, espere o inesperado e corra para sobreviver.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo