Quer mais este assunto nerd? Nos visite diariamente.

Stargirl 1X05 – Hourman & Doctor Mid-Nite

Solomon Grundy nasce na segundo e morre no domingo, mas nos outros dias mata os pais de seus inimigos

No quinto episódio de Stargirl, vemos o surgimento de mais dois membros da SJA

 

Hourman e Doctor Mid-Nite é o quinto episódio de Stargirl e mostra o surgimento de mais dois recrutas da SJA, a intrometida Beth Chapel, que praticamente rouba os óculos de seu antecessor e Rick Tyler, filho rebelde do Homem-Hora original.

No episódio, descobrimos que Solomon Grundy matou os pais de Rick (Cameron Gellman) como as lendas dizem que  ele nasce na segunda e morre no domingo, o crime  em algum dia entre terça e sábado e o garoto ficou com um tio canalha que só se interessou na guarda por causa da mala de dinheiro que ele deve ter gastado logo, uma vez que logo no começo do episódio, vemos que ele extorque o garoto e rouba seus pertences para vender.

Rick é o tipo certo de pessoa errada. No seu peito, um monstro urra de raiva e ele vai se unir ao grupo para fazer as coisas certas pelos motivos errados, só que quando o carro de Pat quebra, ele ouve o ronco e identifica ser o carburador, o que faz com que a ampulheta o escolha e Courtney vá atrás dele para tentar convencê-lo a entrar pra sua Sociedade da Justiça Jovem.

Como a ampulheta não funciona e ele não acredita em nada do que a menina diz, ela fica em até falar com Yolanda sobre o assunto. Como a essa altura, Beth, que estava atrás das duas o tempo todo, já havia encontrado os óculos do Doutor Meia-Noite, a latina não sabia qual das escolhas de sua parceira era a pior: Dar a ampulheta para um potencial vilão ou aceitar a irritante Beth na equipe.

As três vão até uma festa onde Rick havia traficado bebida para os donos e o confrontam. Desta vez, Beth explica o funcionamento da ampulheta, que faz com que o garoto ganhe superforça por uma hora ao dia. Ele se irrita, sai e ao ver uma garçonete ser assediada, esmaga o carro do assediador com um soco.

As meninas vão atrás dele, mas que vai confrontá-lo durante o período em que está superforte? Mais uma vez, Beth salva o dia e não só revela seu verdadeiro sobrenome como mostra uma simulação do ataque de Grundy.

Com isso, o clube de estudo da Stargirl ganha mais um membro.

Um ponto interessante sobre este episódio é que o plano da Courtney continua patético, mas seus coadjuvantes são tão densos e interessantes que até dá pra perdoar essa coisa meio Sailor Moon de procurar guerreiros em potencial entre os coleguinhas de colégio.

A introdução de Rick é o mais denso e dramático que a série consegue ser, o não é ruim, principalmente quando comparado com as idiotices de Wildcat (que também não foi ruim).

Alias, descobrimos que a diretora Anaya (Hina Khan) também é uma vilã, na verdade, ela é a Violinista. Ao lado do Jogador (Eric Goins), ela intercepta os entregadores das antenas que o Geada pediu ao Rei Dragão no episódio anterior.

E os mistérios ficam mais interessantes. Pat acabou descobrindo o que Courtney pretende. O que virá a seguir?

você pode gostar também