Quer mais este assunto nerd? Nos visite diariamente.

No século passado: Especial de Natal de Star Wars

Então, para você, A Ascenção Skywalker, a pior coisa de Star Wars já feita é.

Não, não, jovem Padawan, sentar você deve, pois lhe falar sobre o Especial de Natal de Star Wars eu irei, algo tão vergonhoso que tanto Cavaleiros Jedi quanto os Sith preferem esquecer.

O ano era 1978, tempos sombrios quando nem a internet nem as vídeo locadoras haviam sido inventadas. O episódio V, “O Império Contra Ataca”, continuação de “Uma Nova Esperança”, só seria lançado em 1980, portanto, não havia algo para manter o universo vivo na mente dos pequenos, responsáveis por comprar os bonequinhos e veículos da linha Star Wars, produzidos pela extinta Kenner.

Eis que surge a brilhante ideia de lançar um Especial de Natal de Star Wars.

Ah, ler os seus pensamentos eu consigo.

Natal é o nascimento de Jesus Cristo, como ele se encaixa na realidade de Luke, Leia, Chewbacca, Han Solo e Darth Vader?

Acontece que não se trata do Natal, mas sim, do “Dia da Vida”, um importante feriado comemorado em Kashyyyk, planeta Natal dos Wookies.

Pois é, apesar de ser o Especial de Natal, não tem nenhuma menção à Cristo, Papai Noel ou Simone cantando “Então é Natal”.

Na trama, vemos a família de Chewbacca (sua esposa, seu pai e seu filho) aguardando que ele chegue para comemorar o feriado, mas infelizmente, tanto ele quanto Han Solo estão tendo problemas para fugir das naves imperiais na Millenium Falcon.

Engraçado notar como o interior da casa, assim como os hábitos da família de Chewbacca, são muito semelhantes aos de uma típica família norte-americana do final dos anos 70, início dos anos 80, tendo como única diferença o fato de estarem localizados em cima de uma gigantesca árvore.

O roteiro é um amontoado de cenas sem sentido, e a atuação das pobres almas envolvidas nesta tragédia televisiva é de dar pena; faz com que Ahmed Best mereça um Oscar por sua interpretação de Jar Jar Binks no episódio I – “A Ameaça Fantasma”.

Entre os piores momentos, temos o vovô Itchy (pai de Chewbacca, uma mistura de Wookie com o Barbosa da antiga TV Pirata), que recebe de presente um aparelho que permite vislumbrar fantasias de cunho claramente erótico.

Não, jovem Padawan, você não leu errado, eu disse erótico.

Ao colocar o aparelho em sua cabeça, o velho Itchy embarca em uma viagem psicodélica de luzes e cristais, para então vislumbrar a atriz Diahann Carroll, que lhe sussurra com uma voz sensual: “Eu sei que você está procurando por mim”, “Minha voz é apenas para você”, “Eu existo somente para você”, “Ah, sim, eu posso sentir sua criação”, “Oh, oh, nós estamos muito animados, não estamos?”.

Logo depois, Carroll canta para Itchy. A atriz que faleceu este ano, certamente não colocaria este momento como um dos mais brilhantes de sua carreira, que conta com um Globo de Ouro e uma indicação ao Oscar de melhor atriz por “Claudine” em 1975.

Logo depois, soldados imperiais invadem a casa de Chewbacca, eles possuem o registro de que lá está ausente um Wookie, e tem razões para crer que se trata de um rebelde.

Em outro momento “vergonha alheia intergaláctica”, um dos soldados imperiais aciona um aparelho na casa dos Wookies e, sabe-se lá porque, assiste um clipe no melhor estilo MTV, com a banda de rock norte-americana Jefferson Starship, cantando a música “Light the Sky on Fire”.

Também temos nesse Especial de Natal, as presenças de Luke Skywalker, Leia Organa, C3PO, R2-D2, Darth Vader e Booba Feet, cuja primeira aparição foi aqui, e não no Império Contra Ataca, como muita gente acredita.

Sensacional, não é mesmo?

Calma, tem mais.

Han Solo e Chewbacca conseguem despistar as naves e chegam até a casa do Wookie, onde derrubam o único soldado imperial que lá fazia guarda.

É hora de comemorar o “Dia da Vida” e o Especial termina com uma canção interpretada pela princesa Leia, cercada por Wookies vestidos de vermelho.

A força me acompanha, mas eu assisti e não consigo esquecer o que vi.

Sendo assim, jovem Padawan, antes de declarar que um dos nove filmes da saga Star Wars um lixo completo ser, do Especial de Natal de Star Wars lembrar você deve.

você pode gostar também