ColunasLembra disso?Lembra disso?

Lembra disso? Vingadores do Espaço

Vingadores do Espaço ou Maguma Taishi é um daqueles clássicos da TV Tupi e dos primórdios do SBT. Diferente de seriados como Ultraman, Ultraseven e Spectreman, este não é muito lembrada.

A série é inspirada nos quadrinhos de Ozamu Tezuka e seus 52 episódios foram exibidos na Fuji TV japonesa entre 4 de julho de 1966 e 26 de junho de 1967. Uma curiosidade? Como a série foi ao ar seis dias antes de Ultraman, acabou sendo a primeira série colorida da TV Japonesa.

Trama:

Como sempre, a série veio para o Brasil após ter feito sucesso nos Estados Unidos, onde ficou conhecida como The Space Giants.

A série começa com o invasor alienígena Rodak chegando na terra e revelando suas intenções para a família Muramaki, que era composta pelo pai Atsushi, Tomoko, a mãe e o filho Miko. Como Atsushi era jornalista, o vilão acreditava que ele levaria seu ultimato para o mundo inteiro. Como prova de seus poderes, ele os transporta através do tempo e do espaço para uma selva pré-histórica onde ele mata um dinossauro.

Sim, o cara é mau feito um pica-pau, mata até bichinho. Tadinho do dinossauro…

Um mundo sem heróis seria obrigado a se render ao vilão, só que a terra tinha Goldar, um gigantesco robô dourado cabeludo e com anteninhas que mostraria o vilão todo o peso de seu metal. Goldar, assim como sua esposa Silvar (uma mulher comum vestidinho prateado ) e seu filho Gam (um garoto com capacete de anteninha) são capazes de se transformar em foguetes. Gam, na verdade é uma versão Robô de Mamoru. Quando a esposa de Goldar conheceu o garoto, foi lá no Matusen, o mago que os criou e pediu um para ela também, prometendo que teria responsabilidade com o novo brinquedinho.

As duas famílias ficam amigas e Miko ganha um apito que pode chamar os três robôs. Com um apito ele chama Gam, no segundo, ele convoca Silvar e no terceiro, quem aparece é Goldar.  Apesar de na maioria das vezes, ele só usar o Gam como Uber, muitas vezes, ele fazia o chamado certo.

A partir desse momento, Vemos a luta de Goldar contra os monstros de Rodak até o dia da batalha final de Goldar contra Kyono, um monstro incorporado pelo próprio Rodak. Após vencer o vilão, Matusem e os Gigantes do Espaço (Goldar Silvar e Gam) voltam para seu planeta natal na esperança de poderem se reencontrar no futuro.

Bolas fora e a favor:

  • A série é uma daquelas coisas que funcionam melhor em nossa memória afetiva.  A fantasia de Rodak é horrorosa, eles usam animações como efeitos especiais, as fantasias de monstro são de segunda e em muitos momentos é possível ver quem está dentro delas;
  • Os episódios são serializados e a maioria começa no ponto exato que o anterior parou.

Em 1993 o herói e sua família ganharam uma série em animação chamada Maguma Taishi (Embaixador Magma em português), mas que durou apenas 13 episódios. Sem as limitações da série live-action, Rodak conseguiu sair do disco-voador que serviu de cenário para quase todas as suas cenas.

No Brasil:

A série passou na primeira vez no final da década de 1960 na TV Bandeirantes e depois na década de 1970 na Rede Tupi de Televisão e na década de 1980 na TV Record a sua última exibição na TV Aberta foi em 1986 na sessão de series enlatada da TV Record intitulada ” Heróis do Espaço “.Foi lançada em DVD em 2 volumes pela Cultclassics DVD, em som original e com legendas em português, pois a dublagem original foi perdida em um incêndio que ocorreu na TV Record no início da década de 1990.

Vingadores do Espaço/Maguma Taishi/ Ambassador Magma:

Emissora: Fuji TV.
Emissora no Brasil: TV Tupi, TV Record e TV Bandeirantes.
Transmissão Original: de 4 de julho de 1966 a 25 de setembro de 1967.
Duração: 27 minutos.
Temporadas: 1 (52 episódios).
Cores.
Companhias Produtoras: P-Productions e Kamuima Productions

Elenco:

  • Toru Ohira – Rodak
  • Toshio Egi – Miko Murakami
  • Tetsuya Uozumi – Goldar
    • Yoshio Kaneuchi – Goldar (dublagem na versão japobnesa)
  • Masumi Okada – Atsushi Murakami
  • Machiko Yashiro – Tomoko Murakami
  • Shigeko Mise – Silvar
  • Hideki Ninomiya – Gam
    • Masako Nozawa – Gam (Dublagem japonesa dos episódios 41 e 42)
  • Gen Shimizu – Matusen

Alexandre D´Assumpção

Segundo o Guia do Mochileiro das Galáxias, Alexandre D’assumpção, ou The Sumpa, é praticamente inofensivo. Apesar de todas as lendas a seu respeito, ele é apenas um professor Nerd, redator, roteirista de quadrinhos e audiovisual que nos anos 80 pediu carona para uma cabine azul e desde então, tem vivido suas aventuras através do espaço/tempo. Para facilitar a viagem, tornou-se mestre Zen na arte de ter um rosto tão comum que todos sempre o cumprimentam imaginando se tratar de outra pessoa; normalmente ele mesmo. Dono de uma péssima memória, ele nunca se lembra de detalhes importantes como rostos, grupos que passou nem dos inimigos que ameaçam sua vida, o que é péssimo quando ele os encontra em becos escuros. Sua toalha é customizada e ostenta a máscara da Iniciativa Gambate, empresa criada por ele para levar a cultura Pop a todos aqueles que dela precisarem, estejam onde estiverem. De tempos em tempos ele reverte a polaridade de sua chave de fenda sônica e leva algum compannion para passeios transmídia, seja em eventos, festivais ou programas de TV. No caso de um avistamento, principalmente se The Sumpa for a personalidade dominante, espere o inesperado e corra para sobreviver.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo