Quer mais este assunto nerd? Nos visite diariamente.

Lembra disso? Ultraseven (1967)

O Ultra que mudou as regras do jogo.

Ultraseven, o avô dos Pokemon.

Antes de mais nada… Obrigado.

Como o Lembra disso: Ultraman foi um grande sucesso graças a vocês., resolvemos falar sobre os outros três Ultras Exibidos no Brasil. Nas próximas colunas, falaremos sobre O Regresso de Ultraman e de Ultraman Tiga, que só apareceu nos anos 90.

Nesta, falaremos do Ultraseven, o Ultra que quase não foi.

Senta que lá vem história:

Com sucesso de Ultraman, a rede TBS tentou surfar no sucesso do personagem e investiu numa série chamada Capitão Ultra, que flopou feio. O ponto é que todos querem repetir o que dá certo e os executivos da editora foram conversar com Eiji Tsuburaia a respeito de uma nova série que aproveitasse conceitos que deram certo em Ultraman e anteriormente, em Ultra Q, a série só de monstros da produtora.

Você precisa entender duas coisas: Ultraman reacendeu a paixão dos japoneses pelos Kaijus e criou um interesse por grupos de cientistas/paramilitares como a Patrulha científica.

Com isso em mente, a rede de TV pediu que a nova série aproveitasse esses dois elementos e tivesse contasse com o retorno de um ator das séries anteriores para gerar identificação com o fã. As outras solicitações foram que a série fosse em cores e que o orçamento de produção fosse mais barato do que o de Ultraman.

Como a nova série não precisava dar continuidade à mitologia da anterior, Tsuburaya, que estava apaixonado por séries do ocidente como Thunderbirds e Missão Impossível, viu nisso a chance de fazer sua releitura do conceito.

A ideia original da série mostraria um grupo de patrulheiros que enfrentaria invasores do espaço. Apesar de já ter o tom de conspiração que acabou permeando os episódios de Ultraseven, Ultra Eye (nome original da série) contaria o dia a dia dos patrulheiros da Estação Sete e suas constantes batalhas contra os supostos invasores e dominadores da Terra.

Lembra que a emissora disse que não queria gastos altos? Esta foi a primeira canetada da série, a segunda foi a necessidade da presença de um super-herói que agradasse as crianças, o que mesmo com a introdução do Seven, nunca aconteceu. Ultraseven era assistido por adultos.

Com isso, em 1967, conhecemos o Agente 340, ser oriundo da nebulosa M-78, que para transitar entre os humanos, assumia a identidade de Dan Moroboshi. O Esquadrão Ultra era formado por: Koji Moritsugu (Dan Moroboshi), Yuriko Hishimi (Anne), Shoji Nakayama (Cap. Kiriyama), Sandayu Dokumamushi (Furuhashi), Toshi Furuya (Amagi), Shinsuke Ashiba (Soga), Akihiko Hirata (Cel. Yanagawa), Nankoh (Cap. Kurata). Quando Moroboshi se torna o sexto membro do Esquadrão Ultra, eles meio que apadrinham o Agente 340, que ganha o apelido de Ultraseven, uma vez que ele seria o sétimo membro (honorário) do esquadrão.

Sim, apesar de o codinome ter sido adotado em todas as séries a partir desta, este não é o nome real do personagem.

Alias, o ó próprio Moroboshi é um mockup. O personagem usa o corpo de um alpinista que ele salvou em sua primeira visita ao nosso planeta. Sim, o alpinista está vivo e Dan é um clone deste personagem que mal é citado ao longo da série.

Outro diferencial entre Ultraman e Ultraseven eram os Monstros encapsulados que nosso herói convocava para combater seus inimigos. Pode-se dizer que Windam, Aguira e Mikras foram os primeiros Pokemon. A ideia original seria aproveitar monstros do seriado Ultra Q, mas como seriado é feito pra vender brinquedo novo, a ideia foi abortada rapidinho.

Com isso, Ultraseven nasceu igual, mas diferente. Sim, ele tinha um grupo de patrulheiros, o Esquadrão Ultra, que tinha várias bases ao redor do mundo e prevenia ataques de alienígenas. É, ele também tinha um Ultra, mas…

Ultraman até lutava contra aliens, mas seu forte era os monstros da terra, alguns oriundos de Ultra Q e tinha até um clone disfarçado do Godzilla. Já o Seven, era uma série de ficção científica pesada, recheada de conspirações, o que forçava o protagonista a se adaptar as necessidades do momento. Diferente do Ultraman, Seven mudava de tamanho para enfrentar diferentes tipos de inimigos. Temos os gigantes, os humanoides e até os miniaturizados.

Na verdade, também tivemos monstros nessa série. Monstros clássicos que voltaram a ser usados em muitas outas séries Ultra. O Eleking, por exemplo.

Outra curiosidade que alguns fãs levantam é que as terras das três primeiras séries era de cantos do multiverso diferentes, o que explicava o fato de cada uma delas ser protegida pelo seu próprio esquadrão anti-monstros, que desconhecia os outros.

Na verdade, apesar de ter aparecido em O Regresso de Ultraman, Seven nunca foi planejado como parte da franquia Ultra. A série deu a entender que o Ultraman original o conhecia de algum lugar, mas não foi dito em momento algum que ele era parte da Irmandade Ultra, afinal, o conceito só foi inventado depois.

No episódio final da série, vemos o surgimento de outro agente semelhante ao Ultraseven que o leva de volta ao seu planeta de origem, onde pode se recuperar dos danos causados em sua última batalha.

Ah, sim… No final, a Anne (seu interesse romântica) descobriu sua identidade e não teve problema com isso, infelizmente, o casal teve de ser separado, já que o Ultra não poderia ficar muito tempo na terra.

Em 1968, Seven já havia se tornando um personagem tão querido que sobreviveu ao fim da própria série.

A série, que estava planejada para ter apenas 39 episódios fechou com 49, dos quais são exibidos apenas 48, uma vez que o episódio 12 foi cancelado por ter uma história que mexeu com lembranças traumáticas dos japoneses.

Após a série original, Ultraseven retornou em O Regresso de Ultraman (1971), Ultraman ACE (1972) Ultraman Tarô (1973), Ultraman Leo (1974). Na última série, Seven se fere e passa a treinar Leo, que se junta ao grupo antimonstro da série, comandado por Dan Moroboshi. Em 1994, a Tsuburaya começou a reinvestir nos personagens clássicos e o Seven ganhou uma série de especiais que deram continuidade aos eventos da série original. Anne apareceu com um filho, Dan Moroboshi ficou desmemoriado e um terceiro Esquadrão Ultra foi formado.

Um dos membros do Esquadrão, o Oficial Kazamori, foi morto em ação e o Ultraseven decidiu assumir sua forma, que passou a alternar com a de Moroboshi até que Koji Moritsugu começou a se sentir velho demais pra isso e deixou essa coisa de transformação para seu substituto.

A mudança definitiva ocorreu em 2002, na série Ultraseven Evolution, quando o Ultra foi julgado por um tribunal cósmico devido a sua imparcialidade, o que sempre o impediu de realizar corretamente suas funções.

Na série, é dito que a humanidade teria exterminado os seres Nonmalt, habitantes originais da Terra, tomando seu lugar como raça dominante. Antigos e novos rivais aparecem para duelar com Ultraseven, entre eles, Godra, Pegassa e uma nova e mais poderosa versão do monstro de duas faces Pandon.

Supostamente, Moroboshi se aposentaria, mas a história de Seven seguiria. A verdade, é que ele voltou a aparecer, principalmente nos episódios e filmes que reuniam os atores originais com os da nova geração.

Já o Seven, voltaria a aparecer sem seu hospedeiro em vários filmes. O mesmo pode ser dito dos monstros de sua série e o mesmo vale para seus Pokemon. Ultraman Z usou a estética do Windom para criar um de seus robôs.

Gostou?

Na próxima coluna: O Regresso de Ultraman.

Ficha-Técnica

Título: Ultraseven (Urutorasebun/1967-68/Jap/Cor)
Gênero: Série/Tokusatsu
Criação: Eiji Tsuburaya
Direção: Hajime Tsuburaya, Toshihiro Iijima e outros
Roteiro: Hajime Tsuburaya, Shohei Tojo, Kazuho Mitsuta e outros
Trilha Sonora: Tohru Fuyuki
Elenco: Koji Moritsugu (Dan Moroboshi), Yuriko Hishimi (Anne), Shoji Nakayama (Cap. Kiriyama), Sandayu Dokumamushi (Furuhashi), Toshi Furuya (Amagi), Shinsuke Ashiba (Soga), Akihiko Hirata (Cel. Yanagawa), Nankoh (Cap. Kurata), Koji Uenishi (Ultraseven – dublê principal)
Produtora: Tsuburaya Productions & TBS
Formato: 49 episódios de 25 minutos em uma temporada
Dublagem: Cinecastro/RJ e SP (1969) – Celso Vasconcellos (Dan Moroboshi), Franscico Milani (Furuashi), Carlos Marques (Soga), Valdir Fiori (Amagi), Sônia Ferreira (Annie), Luiz Brandão (Capitão Kiriyama)
Emissoras no Brasil: TV Tupi, TV Bandeirantes, TV Record, Rede Brasil (atual)

você pode gostar também