Coluna do Professor

Lembra de quando os He-Men entraram em conflito?

Sejam bem-vindos, ilustres fãs de quadrinhos!

Em 2020, a DC Comics publicou a minissérie em seis edições He-Man and the Masters of The Mutiverse.

Escrita por Tim Seely e desenhada por Dan Fraga, essa publicação presta uma verdadeira homenagem ao herói de Eternia. Afinal, nessa história, são abordadas todas as encarnações do personagem.

Quem é He-Man?

He-Man é o principal herói do místico planeta Eternia e defensor do Castelo de Grayskull.

Em sua identidade secreta ele é Adam, príncipe de Eternia. Quando o perigo surge, ele ergue a Espado do Poder e diz “Pelos poderes de Grayskull! Eu tenho a força”!

Assim, o príncipe Adam se transforma no He-Man e Pacato, seu tigre falante de estimação, no Gato Guerreiro.

Apenas três pessoas conhecem a identidade secreta do herói: a Feiticeira do Castelo de Grayskull, Mentor, e o mago Gorpo.

Seu principal inimigo é o feiticeiro Esqueleto.

As Encarnações de He-Man

As primeiras aventuras de He-Man foram publicadas em mini-hqs que acompanhavam as action figures dos personagens.

He-Man e os Mestres do Universo foi um desenho animado da Filmation que fez muito sucesso. Foi exibido entre 1983 e 1985. Foram duas temporadas de 65 episódios cada.

A popularidade do personagem foi tão grande que ele teve mais duas séries de desenhos animados. A segunda em 1990 (As Novas Aventuras de He-Man) e a terceira (He-Man and the Masters of the Universe) em 2002

Seu sucesso fez com que um filme live action do herói, Mestres do Universo, chegasse aos cinemas em 1987. No papel do herói está o ator Dolph Lundgreen, o eterno Ivan Drago de Rocky IV.

É importante ressaltar também que as aventuras do herói continuam sendo publicadas em HQs nos Estados Unidos.

He-Man and the Masters of the Multiverse

Como não há previsão dessa minissérie ser publicada no Brasil, vou fazer um resumo.

Existem várias Eternias. Ou seja, é o conceito de Multiverso sendo aplicado nas histórias do He-Man. Em todas elas, He-Man é o grande herói do planeta, menos em uma: Anti-Eternia.

Nessa realidade, He-Man foi corrompido pelo poder sombrio do Castelo de Hellskull e transformou os Mestres do Universo em seus guerreiros, impregnando-os de magia negativa

. Ao chegar nas profundezas do Castelo de Hellskull, teve acesso ao Orbe dos Horrores. Com esse artefato, aprendeu que existem múltiplas Eternias. A partir de então, começou a viajar por essas realidades, matando os He-Men e tomando posse de suas Espadas do Poder. Assim, ele sugava todo o poder dos Castelos de Grayskull das realidades que visitava

A fim de colocar um fim aos atos do Anti-He-Man, um He-Man caracterizado como o do Longa-Metragem (UM He-Man) e um He-Man que parecia ter saído de um Videogame (VG He-Man) teleportam-se para Anti-Eternia e surgem nos aposentos do Príncipe Keldor, em Anti-Eternia. Keldor é o irmão do Rei Randor nessa realidade.

Utilizando uma espécie de chave cósmica musical, os He-Men colocam Keldor a par da situação. Deixam claro que, nas outras realidades, Keldor estava fadado a se transformar no feiticeiro Esqueleto, inimigo de He-Man. Em Anti-Eternia, contudo, o vilão é o Anti-He-Man. Por isso, Gwyldor, inventor da chave cósmica e morador da Eternia do LM He-Man, acha que só Keldor pode deter essa ameaça.

Durante a sua explicação, Gwyldor é assassinado pelo Anti-He-Man. Isso faz com que Keldor decida ajudar os heróis.

Utilizando a chave cósmica musical, os três são transportados para uma nave espacial conhecida como Eternia. Esse é o cenário das Novas Aventuras de He-Man. Parte das histórias se passam no espaço.

No interior da nave está acontecendo uma verdadeira confusão. Os prisioneiros, conhecidos como Mutantes, foram liberados e apenas o He-Man daquela realidade (Space He-Man) pode fazer com que as coisas voltem ao normal.

Enquanto isso, Keldor usa sua magia e descobre que o Anti-He-Man e o Esqueleto daquela realidade estão na nave.

Quando o Anti He-Man encontra o Space He-Man, ele o mata, toma para si a sua Espada do Poder e suga todo o poder de Grayskull daquela realidade. Quanto ao Esqueleto, depois de um combate, o Anti He-Man o deixa à beira da morte.

Quando Keldor encontra com o moribundo Esqueleto, este lhe dá o seu cetro. Com aquele artefato, a magia de Keldor fica mais forte.

Após a morte do Esqueleto, o LM He-Man utiliza a chave cósmica. Ele e seus companheiros vão pra outra Eternia, a da animação de 2002.

Naquela realidade, o: Esqueleto é o senhor do Castelo de Grayskull e He-Man e os Mestres do Universo são seus prisioneiros.

Os dois He-Men e Keldor são transportados próximos do Castelo de Grayskull e são facilmente subjugados pelo Esqueleto. Ele envolve os He-Man numa corrente mística e os joga no calabouço na companhia de Teela. Enquanto isso, fica conversando com Keldor, dizendo como o fato de ter aprimorado seu cetro durante anos fez com que chegasse a vitória

Enquanto isso, o Anti-He-Man faz uma aliança com o Hordak, o líder da Horda, e com os Homens Cobra daquela realidade. Graças a sua ajuda, Hordak e seu exército conseguem penetrar o campo de força que protegia os arredores do Castelo de Grayskull.

Diante dessa ameaça, Esqueleto liberta o He-Man e os Metres do Universo daquela realidade, o LM He-Man e o VG He-Man e os coloca em seu exército.

Controlado mentalmente pela Sombria, o He-Man daquela realidade arremessa a sua espada na direção do Esqueleto. O VG He-Man o salva. Entretanto, o Anti-He-Man pega aquela Espada do Poder e mata o VG He-Man. Em seguida, o Anti-He-Man suga toda a energia do Castelo de Grayskull daquela realidade e vai para outra Eternia, a do clássico desenho animado da Filmation.

O Esqueleto lamenta-se com Keldor, dizendo que foi derrotado por duvidar do seu próprio poder.

Usando a chave cósmica, LM He-Man e Keldor vão no encalço de Anti He-Man.

Na Eternia clássica, a Feiticeira daquela realidade contata Adam telepaticamente. Ela está preocupada, já que não consegue contatar Zodac e os Guardiões do Tempo (eles foram mortos pelo Anti-He-Man). Ela diz que He-Man deve proteger a Semente Estelar, um artefato que dá muito poder ao seu portador. Ele se encontra nas profundezas de Eternia.

O LM He-Man golpeia o príncipe Adam pelas costas, fazendo com que ele perca os sentidos. Com a ajuda da chave cósmica, leva Adam e Keldor para as profundezas de Eternia, onde está escondida a Semente Estelar.

O Anti He-Man se teleporta para lá e o LM He-Man toma posse do artefato antes dele e os dois começam a lutar. Utilizando a chave cósmica, Adam e Keldor transportam a si próprios, o Anti He-Man e o LM He-Man para a Montanha da: Serpente, domínio do Esqueleto.

O Esqueleto toma posse da Semente Estelar, só que percebe que, se continuar com ela, terá de servir o Anti He-Man. Por isso, joga ela longe. O príncipe Adam a destrói com a sua espada causando uma grande explosão que destrói a Montanha da Serpente.

A explosão atinge a metade do rosto de Keldor, deixando o crânio a mostra.

De posse da Espada do Poder daquela realidade, o Anti-He-Man se transporta para a Eternia Original, ou seja, o reino que era descrito nas HQs que vinham com os bonecos dos personagens da Matell.

Usando a chave cósmica, Keldor e o LM He-Man vão para o seu encalço.

Na Eternia Original, o Anti-He-Man desperta depois de ter passado um período inconsciente sob o cuidado de dois aldeões. Uma delas diz que a espada do forasteiro se assemelha com a do He-Man.

O Anti-He-Man retira a espada de suas mãos, junta com a espada que carrega em suas costas e mata todos os moradores da aldeia. Além disso, ele toma posse da metade da Espada do Poder daquela realidade que estava enterrada em uma tumba da aldeia

Quando o He-Man primordial encontra seu vilarejo devastado, acha que aquilo foi obra do Esqueleto. Contudo, Keldor e o LM He-Man revelam que o responsável foi o Anti-He-Man.

O He-Man Primordial afirma que, devido ao seu poder, a espada foi dividida em duas partes. A metade restante estava submersa em um lago de lava conhecido como “Cicatriz Sangrenta”, produto das Grandes Guerras ocorridas em Eternia.

O He-Man Primordial conta que, no passado, Eternia era um reino cientificamente avançado e isso fazia com que os Deuses não fossem mais cultuados. Isso fez com que os Deuses Obscuros da Destruição agissem e a guerra resultante durou milênios, devastando Eternia. Quando ela acabou, esses inimigos foram enviados de volta aos seus domínios, mas o estrago estava feito. Eternia se tornou vulnerável a ataques de seres como o Esqueleto

O Anti He-Man une as duas metades da Espada, faz com o He-Man primordial seja soterrado por uma quantidade enorme de pedras e fique fora de combate. Em seguida, invade o Castelo de Grayskull e convoca espíritos para lutar contra Teela, a soberana do Castelo de Grayskull daquela realidade.

O Anti-He-Man se dirige para as profundezas do Castelo, fere o Espírito de Grayskull com sua espada negra que reúne todas as Espadas do Poder e o absorve.

Enquanto isso, Keldor e o LM He-Man haviam se aliado ao Esqueleto daquela realidade, julgando que ele seria primordial para a vitória.Ao penetrar no Castelo de Grayskull, caminham até um local onde o LM He-Man julgou que o Esqueleto não deveria prosseguir.O Esqueleto revolta-se e os dois começam a lutar. O LM He-Man acaba sendo mortalmente ferido.Enfurecido, Keldor acaba matando o Esqueleto daquela realidade.

Quando o Anti-He-Man termina sua função, teleporta-se para o Castelo de Hellskull. Keldor se agarra a ele e acaba pegando uma carona.

Keldor é transportado para o interior do Castelo de Hellskull, em Anti-Eternia e percebe que está de posse de uma metade da Espada do Poder. Ao olhar ao redor do saguão, percebe que está diante dos Mestres do Universo convertidos pelo Anti-He-Man.

Enquanto isso, o Rei Randor de Anti-Eternia e seu exército invadem o Castelo de Hellskull e passam a combater os Mestre do Universo.

De posso das Espadas do Poder, o Anti He-Man invoca os espíritos de Grayskull nas profundezas do Castelo de Hellskull. Eles reúnem espelhos que representam o portal para os seus mundos. O plano de Anti-He-Man é criar uma única Anti-Eternia.

. Enquanto Keldor e o Anti-He-Man se enfrentam, um portal mágico se abre e surge o Rei He-Man da Eternity War da DC e muitos heróis que carregam no peito o símbolo do He-Man. O Rei He-Man enfrenta o Anti-He-Man. Eles foram convocados pelo He-Man da animação tradicional que usou uma chave cósmica construída pelo Mentor para reuni-los. O Rei He-Man dividiu o poder de Grayskull entre seus aliados e criou um exército. Suas espadas absorvem o poder de Espírito de Anti Grayskull.

Durante o combate com o Anti-He-Man, Keldor consegue reunir as duas metades da Espada do Poder, evoca os poderes de Grayskull, transformando-se em uma versão do He-Man. Utilizando os poderes da Espada, expulsa os Espíritos do Mal. Com isso, o Anti He-Man perde suas forças e se transforma num príncipe Adam bem desgastado por ter utilizado o poder de maneira errada e morre.

Com sua morte, o Rei He-Man da Eternity War da DC envia seus discípulos para as Eternias devastadas pelo Anti-He-Man. Sua missão vai ser reconstruir os Castelos de Graykull dessas realidades.

Em Anti-Eternia, a paz voltou a reinar. Sempre que o perigo surgir, Keldor vai erguer a sua Espada do Poder, evocar os poderes de Grayskull e se transformar em uma versão do He-Man.

Espero que tenham gostado dessa aventura, ilustres fãs de quadrinhos. Se quiserem saber mais sobre He-Man, deixem nos comentários.

Até breve!

André Costa

André Costa, 44 anos. Professor de Inglês em escola regular, escritor, tradutor. Apreciador da Cultura Nerd em geral, principalmente de quadrinhos de Super-Heróis. Autor do livro Cavaleiro das Trevas: Uma Leitura Sócio-Cultural e Ideológica do Batman. Tá sabendo da novidade? Somos parceiros da Amazon. Vai comprar na Amazon? Utilize o código: canalmetali06-20! e dê uma força para o canal.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo