Quer mais este assunto nerd? Nos visite diariamente.

Empyre # 3 (2020)

Está na hora do imperador Hulkling sentar na mesa dos adultos.

Estão todos feridos, mas o show deve continuar.

A terceira edição de Empyre deixa duas coisas bem claras:

  • apesar de ser a face do novo império híbrido, o Hulkling não passava de um testa de ferro;
  • A infestação das plantas controladas pelos Cotati está tomando toda a terra e outros planetas, mas a trindade dos Vingadores está se empenhando para resolver o problema. O Capitão está liderando uma série de movimentações, Thor está em busca de algo místico e o Homem de Ferro está com Reed Richards tentando resolver do jeito que consegue.

A grande verdade é que Tony ainda está furioso consigo mesmo por ter acreditado nos Cotati, que enquanto eles conversavam, estavam atacando Wakanda. Quoi é meio prepotente, mas o Espadachim lembra o quanto o Pantera Negra é perigoso e que a essa altura, ele já deve ter descoberto sua real intenção naquele local, que é tomar o controle do Vibranium.

O que ninguém contava é que a mãe do garoto se juntaria à equipe. Segundo Mantis, a culpa das atitudes de seu filho é do pai, que tem envenenado o garoto contra os humanos.  Já na nave do império Kree/Skrull, a Capitã Marvel se prepara para invadir o habitat lunar dos Cotati, o que pode ser uma missão suicida.

E é nesse momento que conhecemos a história de Pyre, um sistema solar que foi infectado pelos Cotati e precisou ser erradicado, um fantasma que até hoje assombra a aliança Kree/Skrull.

No fim, descobrimos que o Capitão Glória está mancomunado com R´Kll, a imperatriz dos Skrulls e que a vovó do Hulkling está interessada no desenrolar dessa trama.

Como dizem por aí: “Parente é serpente”.

você pode gostar também