Coluna do Professor

Aquela vez que o Hulk tentou se matar

HULK SUICIDA

Bem-vindos, ilustres fãs de quadrinhos!

Responda rápido: o que você faria se fosse responsável pela morte da pessoa que você mais ama no mundo?

Esse foi o drama que Bruce Banner viveu nas edições de Hulk 466 e Hulk 467, publicadas nos Estados Unidos em 2007.

Um Pouco de História

Bruce Banner era um grande cientista e estava desenvolvendo, em uma base militar norte-americana, uma bomba de energia gama.

Ele estava sentimentalmente envolvido com Betty Ross, filha do General Thunderbolt Ross. O militar não via com bons olhos esse relacionamento e nunca escondeu seu descontentamento.

Quando chegou o grande dia em que a bomba gama iria ser testada, Bruce Banner notou que havia um rapaz com seu carro parado no local onde a explosão aconteceria. Esse rapaz se chamava Rick Jones

Desesperado, Banner correu na direção do jovem e o jogou em uma trincheira, salvando sua vida. Contudo, o corpo do cientista foi plenamente atingido pela explosão e sobreviveu.

Desde então, em situações em que o cientista passa por momentos de raiva, medo, ele se transforma no Gigante Esmeralda: O Incrível; Hulk

O General Thunderbolt Ross se tornou o grande inimigo do Hulk, mesmo nos momentos em que o Golias Verde não representava ameaça. É importante destacar que o Hulk fez parte da primeira formação dos Vingadores, atuando ao lado de Thor, Homem de Ferro, Homem-Formiga e da Vespa.

Contrariando o seu pai, Betty se casou com Bruce Banner e os dois passaram a viver juntos. Talvez esse tenha sido o início de sua morte.

Betty Morreu!

Certa noite, Bruce Banner acordou com os gritos desesperados de sua esposa

Caminhou até o banheiro e ficou assustado com o que viu. A pele de Betty estava tão ressecada que parecia estar em carne viva. Era como se o sangue saísse de seus poros

Desesperado, ele se transformou no Incrível Hulk e levou Betty até o laboratório do complexo militar

Após passar por uma bateria de testes, foi confirmado o que Banner mais temia: sua mulher estava sofrendo os efeitos da radiação gama. Era possível que o convívio entre os dois tenha causado isso.

Em outras palavras, Banner era o responsável pelo atual estado de dor e penúria de sua mulher.

Bruce Banner fez o possível para salvar a sua mulher. Contudo, seus esforços foram em vão.

Sim, ilustres fãs. Como diz a letra daquela música do Camisa de Vênus, Betty morreu.

Banner: Suicida

O sentimento de dor e tristeza de Bruce Banner era tão grande que ele viu o suicídio como única saída para o seu problema.

Logo após a constatação de que Betty estava morta, ele pegou uma seringa com uma agulha e injetaria algo no seu corpo. Felizmente, foi contido e colocado em uma cela.

Foram colocados diversos eletrodos em seu corpo. Caso houvesse qualquer alteração em seus sinais vitais, armas apontadas para a sua direção disparariam antes que ele se transformasse no Hulk.

Certo dia, seu amigo e parceiro Rick Jones o visitou e constatou que Banner estava delirando. Afina, ele dizia que todos os seus aliados e inimigos estavam presentes e estranhava o fato de Rick Jones não ter se dado conta daquilo.

De repente, sem que houvesse qualquer alteração em seus sinais vitais, Banner se transformou no Hulk e fugiu do complexo. Nem mesmo o General Thunderbolt Ross conseguiu detê-lo.

Desde então, Banner se tornou notório devido suas tentativas de suicídio. Em uma delas, se atirou do alto do Empire State Building. O fato de acabar se transformando no Hulk impedia que tivesse sucesso em suas tentativas de suicídio.

Uma história com algo a te ensinar.

E você, ilustre fã de quadrinhos, já passou por situações de dor e depressa]ao em que parecia que o suicídio era a única saída?

Converse com sua família e amigos sobre o que está sentindo. Se for preciso, procure ajuda especializada de um psicólogo ou, se for preciso, de um psiquiatra.

Caso esteja passando por um momento de grande angústia e não tiver com quem conversar, ligue para o CVV (Centro de Valorização da Vida) no número 188 ou acesse o site (www.cvv.org.br)

Não tenha medo de procurar ajuda.

Eu não tive e por isso estou vivo até hoje.

Até breve!

André Costa

André Costa, 44 anos. Professor de Inglês em escola regular, escritor, tradutor. Apreciador da Cultura Nerd em geral, principalmente de quadrinhos de Super-Heróis. Autor do livro Cavaleiro das Trevas: Uma Leitura Sócio-Cultural e Ideológica do Batman. Tá sabendo da novidade? Somos parceiros da Amazon. Vai comprar na Amazon? Utilize o código: canalmetali06-20! e dê uma força para o canal.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo