Não Assistimos

Ainbo – A Guerreira da Amazônia

Ainbo – A Guerreira da Amazônia é um filme do Peru.

Esse trocadilho não vai vencer o UTC, mas a verdade ainda é a verdade.

Ainbo – A Guerreira da Amazônia, animação distribuída pela Paris Filmes é uma Joint Venture entre Peru, Holanda e Estados Unidos.

A animação conta as aventuras de Ainbo, uma jovem garota que nasceu e cresceu nas profundezas da selva Amazônica, na aldeia de Candamo.

Sinopse:

Um dia Ainbo descobre que sua terra natal está sendo ameaçada e percebe que há outros humanos além de seu povo no mundo. Usando a ajuda de seus guias espirituais, o tatu magricelo “Dillo” e a anta corpulenta “Vaca”, ela embarca em uma jornada para buscar a ajuda do mais poderoso Espírito Materno da Amazônia, a tartaruga “Motelo Mama”.

Enquanto ela luta para salvar seu paraíso contra a ganância e exploração ilegal da mineração de ouro, ela também briga para reverter a destruição e o mal iminente do “Yacaruna”, o demônio mais sombrio que vive na Amazônia. Guiada pelo espírito de sua mãe, Ainbo está determinada a salvar sua terra e seu povo antes que seja tarde demais

A visão do Peru sobre a Amazônia é bem próxima à realidade, mas, ainda assim, é algo pra Europeu ver. As lendas foram criadas parta a narrativa.

Dilo e Vaca lembram Timão e Pumba e servem mais como alívio cômico do que auxiliais reais da personagem.

Isso atrapalha?

Nem um pouco. A história da menina adotada que segue em busca da sua essência é universal e quase nunca falha.

Aprendemos a gostar desse tipo de personagem e torcemos para que ela não só descubra sua origem como se acerte com a amiga Zumi, filha do Cacique da tribo que acaba assumindo o manto de seu pai logo no começo do filme.

Um ponto interessante é que a primeira aparição do vilão é em meio a fumaça de uma queimada, algo bem comum em qualquer parte da Amazônia, principalmente na brasileira.

Yacaruna incorpora um daqueles empreiteiros que desmatam a Amazônia.

Resumo da ópera:

O filme lembra muito Tainá, tem um vilão que lembra Moana e os Coadjuvantes imitam o Timão e o Pumba do Rei Leão.

Sim, é um genérico, mas é bem-feito, gostosinho de ver e certamente vai agradar ao público infantil.

Além disso, o 3D é de excelente qualidade e a animação é extremamente fluida, o que nos distrai bastante.

Sinceramente? É uma animação peruana pra crianças. Vale a pena ser assistido, até pela curiosidade.

Como somos parte da América Latina, mas não temos acesso a quase nada de nossos hermanos, ver o que está sendo produzido aqui do lado já vale uma ida ao cinema.

Vai lá e se diverte. Ordens do doutor.

30 de setembro de 2021 No cinema

1h 24min / Animação, Aventura, Família

Direção: Richard Claus

Roteiro Richard Claus

Elenco: Bernardo De Paula, Thom Hoffman, Dino Andrade

Título original Ainbo

SINOPSE

Ainbo nasceu e foi criada na aldeia de Candámo, na floresta Amazônica. Um dia, ele descobre que sua tribo está sendo ameaçada por outros seres humanos. A garota enfrenta a missão de reverter essa destruição e extinguir a maldade dos Yakuruna, a escuridão que habita o coração de pessoas gananciosas.

DETALHES TÉCNICOS

Nacionalidades Peru, Holanda

Distribuidor PARIS FILMES

Ano de produção 2021

Tipo de filme longa-metragem

Curiosidades -Orçamento -Idiomas Inglês

Formato de produção -Cor Colorido

Alexandre D´Assumpção

Segundo o Guia do Mochileiro das Galáxias, Alexandre D’assumpção, ou The Sumpa, é praticamente inofensivo. Apesar de todas as lendas a seu respeito, ele é apenas um professor Nerd, redator, roteirista de quadrinhos e audiovisual que nos anos 80 pediu carona para uma cabine azul e desde então, tem vivido suas aventuras através do espaço/tempo. Para facilitar a viagem, tornou-se mestre Zen na arte de ter um rosto tão comum que todos sempre o cumprimentam imaginando se tratar de outra pessoa; normalmente ele mesmo. Dono de uma péssima memória, ele nunca se lembra de detalhes importantes como rostos, grupos que passou nem dos inimigos que ameaçam sua vida, o que é péssimo quando ele os encontra em becos escuros. Sua toalha é customizada e ostenta a máscara da Iniciativa Gambate, empresa criada por ele para levar a cultura Pop a todos aqueles que dela precisarem, estejam onde estiverem. De tempos em tempos ele reverte a polaridade de sua chave de fenda sônica e leva algum compannion para passeios transmídia, seja em eventos, festivais ou programas de TV. No caso de um avistamento, principalmente se The Sumpa for a personalidade dominante, espere o inesperado e corra para sobreviver.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo